sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Tudo é uma reprise

O mundo gira sem parar
mas parece não sair do lugar.
E os dias passam lentamente
trazendo sempre o mesmo pra gente.

Em casa chego e me parece
que nada muda nessa vida.
Queria livrar-me desse "estresse".
A vida não muda, e sim como é vivida.

O sol sempre traz a luz.
A lua traz inspiração.
E quando o brilho em teus olhos reluz
nada traz revelação.

O mesmo brilhar do sol
com um toque de etanol
São teus olhos azul-celeste
Igual a estrela do leste.

4 comentários:

  1. Pois é, Kilder, poesia e canção são irmãs gêmeas. A musicalidade da poesia é um dom, percebo que você o tem!
    Continue versejando!
    Abraços.

    ResponderExcluir
  2. É verdade, sempre vi a música como um poema ritmado, e agora vejo a prova disso.
    Continuarei sim, sem dúvidas, versejando.

    ResponderExcluir
  3. parabens cara
    continue na sua arte

    ResponderExcluir